Categorias
Outros - Animais de Estimação

Urgente, qual a familia dos protozoários?

por favor, preciso pra sabado mas naum tenho tempo de ver sexta, se tiver alguem ai agora q possa me ajudar, por favor me diga a familia dos protozoários que preciso pro curso
vlw

3 respostas em “Urgente, qual a familia dos protozoários?”

Família Trichomonadidae

características

· família de protozoários

· flagelos

· não são de vida livre

· pode ser comensal ou parasita

· extracelular e extratissular vivendo em cavidades naturais do hospedeiro (aparelho genito-urinário, digestivo, respiratório,etc). A maioria vive no aparelho digestivo.

· Flagelos são na maioria com extremidades livres: flagelos livres ou anteriores

· Flagelo recorrente (só um), formando a membrana ondulante

· Identificação do n de genes através do número de flagelos livres (3 a 7)

· Corpo para-basal: formado pelo complexo de Golgi, apresentando uma estrutura muito desenvolvida

· contém muitas estruturas com fibrilas:

– axóstilo (barra ou coluna axial): organela filiforme que vai da extremidade anterior até a posterior, sendo um tubo constituído por fibrilas formando faixa. É considerado como um endoesqueleto.

– Costa: base da membrana ondulante sendo um feixe de fibrilas

– Todas as fibrilas têm origem anterior numa região em forma de anel denominada Pelta (em grego significa “cinta”)

– Corantes citológicos não coram fibrilas, vendo-se então uma imagem tosca (uninuclear), pois são corados pelos sais de prata e ouro.

– 2 filamentos para-basais (aparelho parabasal em forma de “V”): ficam ao redor do Complexo de Golgi.

· Na família Trichomonadidae há dois gêneros importantes na parasitologia:

1) Trichomonas

2) Pentatrichmonas

——————————————————————————–

gênero Trichomonas

• 4 flagelos

• T.Tenax

· Pouco conhecida, sendo morfologicamente semelhante a T.vaginalis. Assim, ocorre facilidade em se confundir uma com a outra.

· É um comensal que habita a cavidade oral humana. Vivendo principalmente no sulco periodontal (depressão da gengiva).

· Não é conhecida forma cística e sua transmissão se dá através da saliva, escova de dentes e de alimentos previamente provados pela mãe.

· Diagnóstico: tártaro dos dentes, goma de mascar ou criptas das amígdalas.

· Frequente em populações com higiene bucal inadequada.

· Pode ser encontrado em chimpanzés e macacos.

• T.vaginalis

· Parasita comum (60 a 70% da população mundial têm) do aparelho genito-urinário.

· Possui apenas a forma trofozoíta (forma ativa). Não existe forma cística (forma inativa).

· Habitat normal: vagina (mulher) e uretra (homem).

· Freqüência de contaminação é igual entre os sexos, mas tem ação diferente.

· Na mulher:

– vive na superfície mucosa da vagina, colo do útero, tuba, ovário, bexiga, uretra, glândulas vaginais vulvares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *