Categorias
Outros - Animais de Estimação

Uma pessoa que entende bem do Achatina fulica responda Por favor.?

Achatina fulica foi introduzido ilegalmente no Brasil inicialmente no estado do Paraná na década de 1980 como alternativa econômica ao escargot , dizem que é uma praga, e da meningite e de peritonite ao contato.

mas, ainda no Brasil não teve caso registrado de alguma pessoa com alguma doença dessa porcausa do Caramujo, alguns fala, que a espécie é ate limpa, mas, ao contato com o esgoto onde vive ratos entre outros, acaba pegando vermes, mais dizem que quando colocam os ovinhos, e quando nasce um novo caramujo, ele é considerado puro e limpo.

A respeito disso, o que vocês tem a falar?

Vocês ja viram casos de caramujos que acabou a vida de alguém?

3 respostas em “Uma pessoa que entende bem do Achatina fulica responda Por favor.?”

O caramujo africano pode transmitir uma série de doenças para o homem, sendo que as pessoas não devem manipulá-lo sem luvas, pois o simples contato pode causar o contágio.

O animal pode ser encontrado em hortas, jardins, planta ções e armazéns de grãos e possui uma significativa resistência à seca e ao frio.

O molusco foi introduzido no Brasil como uma versão do escargot, mas depois descobriu-se que a espécie não é comestível e transmite doenças.

Trata-se de um molusco grande, terrestre, que, quando adulto, atinge 15 centímetros de comprimento e 8 centímetros de largura, com mais de 200 gramas de peso. A cada dois meses, um caramujo põe 200 ovos.

os caramujos são como os ratos,nascem livres de doenças mas ao contato com lugares contaminados eles se contaminam, por isso é que tem poucos casos de transmissão de doenças pelo caramujo.Mas como a gente não sabe se ele está contaminado ou não, não devemos arriscar.Temos que coleta-los com luvas, colocar em uma lata , colocar fogo e enterrar pois se colocar sal eles morrem mas ainda assim podem contaminar a gente e os outros caramujos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *