Categorias
Répteis

quais são os cuidados básicos para cuidar de um filhote de iguana?

-qual o tamanho do terrario.
-quantas vezes ela troca de pele por ano.
-quais os procedimentos nos primeiros dias que ela chega em casa.
-como devo alimenta-la.

2 respostas em “quais são os cuidados básicos para cuidar de um filhote de iguana?”

Num pode faltar banho de sol para ele, pois ele é uma criatura de sangue frio e precisa do sol pra se esquentar (principalmente o sol da manhazinha) ele come ensetos e pedacinhos de carne, o terrario num precisa cer tão grande mais tem q ter folhas,pedras,e pequenos galhos de arvore.é ele troca de pele uma vez por ano ,depois do inverno no meio da primavera.

A temperatura é um dos factores ambientais mais importantes para o comportamneto das iguanas, uma vez que elas são ectotérmicas, o que significa que dependem de uma fonte de calor externa para regularem a sua própria temperatura corporal. Durante o dia, as iguanas devem estar submetidas a uma temperatura que varia entre os 25ºC e os 32ºC; à noite, a temperatura deverá baixar até aos 25ºC. Quanto mais quente estiver o ambiente, mais activa está a iguana e mais rapidamente digere o alimento.

Em termos de humidade, o local onde vive a iguana em cativeiro (o reptilário) deverá ser humidificado com a ajuda de um spray, 2 a 3 vezes por dia, de modo a que demore perto de duas horas a secar.

Quanto à alimentação, são animais exclusivamente herbívoros. No seu habitat natural, alimentam-se de folhas, flores e frutos moles. Assim, uma iguana mantida em cativeiro deverá ser alimentada diariamente com uma salada de vegetais (cenoura, batata, beterraba, nabo, agriao, alface, abóbora, couve-flor, alfafa, etc., e não apenas com um tipo de vegetal. A sua ração deverá ser suplementada diáriamente com cálcio.

Uma iguana necessita de receber diariamente luz do sol não filtrada pelo vidro e/ou plástico para o seu correcto desenvolvimento.

Assim, se está a pensar em adquirir uma iguana deverá ter em conta que são animais que duram em média 10 a 15 anos e que necessitam de cuidados específicos, nomeadamente de ter um local próprio (o reptilário), onde as condições de temperatura e humidade são controladas, um tronco onde podem repousar, uma alimentação saudável, à base de vegatais e frutos, exposição diária à luz do sol, suplementação alimentar em cálcio e cuidados veterinários.

Terrário – O Iguana nasce medindo de 15cm a 25cm e pode chegar até 2m. Para os jovens o terrário deve ter, no mínimo, 1m x 0,40m x 0,40m (comprimento x altura x largura). Já os adultos de porte médio (com 1m a 1,20m) precisam de um um terrário com 1,8m x 1,5m x 0,60m, espaço suficiente para abrigar um casal (cerca de 70% do corpo do Iguana é composto de cauda). Para os Iguanas que atingirem, excepcionalmente, entre 1,80 e 2m, deverá ter o dobro do tamanho: 3m x 3m x 1m. O terrário pode ser feito em casa, de madeira a parede do fundo, a tampa e as duas laterais (abrir cortes para a circulação do ar, um em cima e outro embaixo, em cada parede lateral). A parede da frente é de vidro, para visualização. As lâmpadas ficam presas na tampa e uma tela tipo colméia de acrílico ajuda a não filtrar os raios de luz e evita que o Iguana se queime encostando nelas. Outra opção é usar um aquário, tampado com tela com vãos de 1cm ou do tipo colméia de acrílico, para ventilação, com a calha de lâmpadas por cima.

foi o maximo qe consegui, espero ter ajudado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *