Categorias
Gatos

Gato e calopsitas… dá certo?

Tenho duas calopsitas adultas, são mansas e bem sociáveis, elas estão acostumadas ficar na gaiola a noite e soltas dentro de casa durante o dia. Há uma semana encontrei um gatinho abandonado de TRÊS DIAS. Tive muito dó (e raiva do FDP que teve a covardia de abandonar um animalzinho tão indefeso) e peguei para cuidar, eu iria colocar para doação, mas eu e minha família nos apegamos ao gatinho 🙂 Queremos o gato, mas tememos que ele seja um perigo as calopsitas no futuro. O pior de tudo é que temos dois cães Pastor Alemão, ou seja, o gato terá que ficar dentro de casa junto com as calopsitas.
Já ouvi dizer que gatos se tornam amigáveis com pássaros quando criados desde filhotes, tenho receio, mas queria muito adotar o gatinho :/

Será que terá problemas? E o que devo fazer para ajudar na ‘socialização’ do gato com as calopsitas? :/

7 respostas em “Gato e calopsitas… dá certo?”

quanto ao cachorro se forem bem apresentados e se acostumarem tallvez n haja problema, meu gato drmia com meu coelho, e quanto aos passars pode ser q ele n ataque os seus, mas ele sempre vai acabar caçando outros pasars
ba sorte com os animais.. aqui em casa tentei fazer isso mas o gato sumiu assim q a minha cachorra chegou

Tenho uma calopsita e um gato. Eles se criaram juntos desde que o Snarf (gato) era bebezinho e não se estranham. Você tem que acostumar eles juntos, deixar cheirar, essas coisas.
Agora com os pastores…o negócio complica. Depende muito dos cachorros, se eles aceitarem o bichano, ok, senão, não force a barra, ou eles acabam com o gatinho.
Quando eu era mais nova, tinha uma gata que deu cria e a nossa cachorra ajudava a cuidar dos filhotes – quando a gata saía para comer, a cachorra pulava na caixa para ficar com os filhotes. Já tive uma labradora que, por outro lado, não aceitava nenhum outro bichinho em casa. Depende muito.
Beijos e seja feliz.

Não é impossível, mas pode ser que não dê certo. Quando era adolescente minha prima precisou se mudar e me deu o casal de agapornis que ela tinha. Resolvi acolher as aves, e uma semana depois adotei uma gatinha de 45 dias de vida, esperando também que eles tivessem uma convivência pacífica. Resultado: tive que arrumar um novo dono para as aves, pois se passaram 6 meses e ela continuava insistentemente tentando pegar os agapornis. Ela ficava quase que hipnotizada olhando para as aves e extremamente brava quando a trancava pro lado de fora da área de serviço quando ia limpar a gaiola.

Eu diria que se fosse um gato persa a probabilidade seria bem grande, pois são extremamente pacíficos. Se for um vira latinha aí já complica…

Mas mais complicado vai ser a relação do gato com os cães.

De qualquer forma boa sorte com a bicharada!

Da certo sim
Separa op gato da calopsita,
Faça um grande viveiro pra ela .
Mas trate de separar bem o gato da calopsita pq o instinto dele sempre vai falar mais alto.
Mesmo sem fome ele pode tentar caçar sua calopsita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *