Categorias
Gatos

Gata perdida: como tentar procurá-la?

Pessoal, estou muito triste, pois me descuidei e ao abrir a garagem para guardar o carro a noite não prestei atenção e minha gata fugiu e só fui perceber de manhã cedo. Infelizmente a casa é toda fechada, com muros altos, mesmo se ela voltasse não há como ela entrar na casa. Como a rua é um pouco movimentada, também não acredito que ela vá ficar na frente da casa esperando, os carros a assustariam.
Alguém tem alguma dica de como posso tentar resgatá-la? Qual é o comportamento dos gatos nessas situações? Onde ela tentará achar abrigo?
Valeu…

6 respostas em “Gata perdida: como tentar procurá-la?”

Fale com os vizinhos,tente expalhar cartazes,tente falar com proproetarios de bares proximo a sua casa, normalmente se o gato sentir fome,procura bares e padarias mais proximas.
O gato sente seu cheiro e ouve o seu som, entao se ela estiver perdida e vc for andar pelo bairro procurando tente fazer barulhos que ela conheça,chame pelo nome, ou pelo apelido carinhoso que vc esta acostumado a falar.
Aqui em casa tem uma fujona, que sempre me da trabalho,mas ja saio com o saco da raçao dela e chamando na rua o nome dela ,ela sempre volta.
SE a sua for medrosa como a minha,fica escondida sempre em matos ou arvores,ou garagens e so volta a noite.
abraços

Tudo bem?
Como ela é domestica, provavelmente ficará longe das ruas e estranhos, então não adianta procurar só andando pelas ruas, como o Flá disse precisa chamar por ela fazendo barulhos que ela reconheça e de preferência a noite, pois de dia ficam escondidos. Se ela for esperta, de noite tentará voltar para sua casa e como a sua tem muros altos, ficará em algum mato ou árvore ali perto. É a hora de sair procurando por ela chamando-a.
Espalhar cartazes COM FOTO é uma boa também, pois várias pessoas olhando tem uma probabilidade muita maior de alguém em algum momento ver. A ajuda dos vizinhos pode ser valiosa. Ao sair para procurá-la converse com vigias, seguranças e pessoas que trabalham na região. Como estão sempre por ali, sempre acabam vendo alguma coisa e podem dar pistas muito boas.
É importante fazer um esforço inicial mais intenso, pois as estatísticas (para humanos) dizem que depois de 48-36 horas de desaparecimento, a probabilidade de encontrar com vida cai muito rápido. Acredito que essa estatística, guardadas as devidas proporções, também é válida para animais. Quanto mais tempo se passa, maior a probabilidade de alguma coisa ruim acontecer com ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *