Categorias
Cães

ajuda com minha cachorra cocker ?

tenho uma cachorra da “MARCA” cocker speanil (acho que é assim que escreve) dai ela tem mais ou menos 5 a 6 anos. queria saber se ela pode engravidar ja que ela so vem dando prejuizo. tambem tipo, se ela engravidar tem ela corre risco de vida?

8 respostas em “ajuda com minha cachorra cocker ?”

Desculpe-me mais como assim dando prejuízo? Vc achou que a cachorro iria trabalhar para juntar dinheiro? Olha cachorro e coisa seria, se vc achou que seria fácil vc se enganou.. Agora depois que a cadela já tem 6 anos de idade vc quer cruzar ela.. Va a um veterinário e pergunte para ele, so ele pode ver se ela e realmente saudável para poder ter filhotes.

Eu também achei estanho vc dizer que o cao dá prejuizo,o amor que ele tem pelo dono nao tem dinheiro que pague, e alías quem pega um bichinho já deve saber que ele da gastos pq ele depende de nós para tudo,amor nao tem preço e deixar castrar para lucrar com isso sei lá ela já é meio velhinha para criar se nunca criou ainda,eu nao gosto de deixar minhas cadelas criarem e elas tem pedigree e tudo,deixa o animalzinho meio feio,sei lá.

Que tristeza que dá quando se vê que existem pessoas que consideram
um animalzinho como uma mera mercadoria.

A Malu tem razão: doe para alguém que proporcione todos os cuidados
médico veterinários, alimentação de qualidade e que a ame e dê o carinho
que a sua cachorra merece. .

Zé, eu tenho uma pergunta que não quer calar. Qual é a tua marca? Você tem dado muito prejuízo à tua mãe porque não lhe dá netos? Pense bem, Zé, em qual categoria você se enquadra: você é um cachorro amigo ou é um amigo cachorro? Pela forma como você se refere ao pobre animal, fico com a segunda opção.

Zé,
Você reparou nas respostas abaixo que só despertou reação negativa.
Não sei se é pela sua maneira de se expressar (que pode ser desculpável) ou, porque realmente não tem condição psicológica e, financeira adequada pra cuidar e, dar carinho a um animal de estimação especialmente, o cão que é amigo INCONDICIONAL do homem (dono) em qualquer situação.
Pelo jeito, nunca levou sua cocker spaniel a um veterinário(a) para que seja examinada.
Como estão as vacinas dela ?
Está vermifugada ?
Está se alimentando adequadamente ?
Leva pra passear e, fazer necessidades fora de casa pelo menos uma vez por dia ?
As despesas (prejuízo que você se refere) serão por toda a vida do animal.
Seja um animal de estimação como um cão, um peixinho de aquário, um jacaré, um leão/leoa, uma serpente, um cavalo, boi, vaca, bode, etc …
Vou lhe contar uma história verídica que aconteceu comigo.
Tenho um aquário com peixinhos japoneses (aqueles douradinhos).
Alguns tenho há anos.
Tenho produtos químicos que compro em loja de ração/aquarismo pra corrigir o PH da água e, remédios pra corrigir vários sintomas de doenças.
Sim, senhor, até nos peixes.
Pois, bem.
Há uns 6 meses atrás notei que um peixinho japonês estava muito “borocoxô”, ficava isolado no aquário e, não comia.
Coloquei-o em quarentena num aquário separado e, comecei a dar remédio.
Passaram-se uma, duas, tres semanas e, nada do peixinho melhorar.
Com pena dele, pensei até em sacrificá-lo pra encurtar seu sofrimento.
Cheguei até a preparar uma agulha bem fininha pra dar fim nele.
Mas, pensei:
se êle está respirando e, ainda vivo que seja.
Vou deixá-lo ainda que, aparentemente esteja sofrendo e, continuar a medicá-lo.
Passaram-se umas 8 semanas e, eu vendo aquele peixinho todos os dias daquele jeito que me cortava o coração.
Mas, milagre ou, não, eis que ficou esperto e, curado.
Fiquei tão feliz de não tê-lo sacrificado que você não faz idéia.
Esse exemplo pra mim mesmo me ensinou e, disse tudo.
Portanto, caro amigo Zé, antes que seja tarde demais, siga a sugestão da Malu:
doe sua cadelinha.
Com certeza, há alguém que não se importará com as despesas, dará e, receberá muito carinho.
hayabusa
p.s.: tenho 3 cães, 2 machos e, uma fêmea vira-latas que foram aparecendo e, ficando comigo.
Quando penso, digo que não foi eu quem os adotou.
Êles é que me adotaram pensando na língua deles: “você será nosso dono”.
E, mesmo não sendo de raça, dou vacinas, vermífugos, ração e, de vez em quando compro costela de boi com carne e, pedaço de osso para roerem.
Outro detalhe muito importante: jamais bata no animal.
Você não gostaria que batessem em você, né ?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *